Albert Cuypmarkt: SisLifestyleTrips + Gringa Brasileira em Amsterdã

Laura & LiviaLaura & Livia

De Pijp é, sem dúvidas, nosso bairro favorito em Amsterdã. A maioria dos turistas passa pela região apenas para visitar a Heineken Experience e não dedica mais tempo a visitar esse bairro tão boêmio e artísticos. Hoje em dia, De Pijp não tem nada a ver com o que era antigamente. Abandonou seu passado pobre e se reinventou completamente. Suas ruas estão repletas de lojas vintage, bares, cafés e restaurantes super charmosos.

A atração principal, no entanto, é o Albert Cuypmarkt, o maior mercado de rua de toda a Europa. São 260 barraquinhas vendendo comidas típicas (queijos, stroopwafels, poffertjes, bitterballen, etc), flores, souvenirs, antiguidades, tecidos, roupas e mais. Situado a poucos minutos do Museumplein, a famosa praça dos museus, o mercado é parada obrigatória na capital holandesa.

Na última vez em que estivemos na cidade, encontramos a Rachel Meibergen, mais conhecida como a Gringa Brasileira. Já éramos fãs do canal que ela tem no YouTube, mas depois do nosso encontrinho, passamos a admirá-la ainda mais. Fomos juntas, em um fim de tarde, até o Albert Cuypmarkt e resolvemos mostrar um pouco para vocês. Também aproveitamos para entrevistar a Rachel, que mora na Holanda há mais de 20 anos. Esperamos que vocês gostem do vídeo que gravamos!

Aproveitando o ensejo, vamos falar um pouco sobre as comidas típicas da Holanda? O lugar ideal para prová-las é o Albert Cuypmarkt, onde é possível encontrar de tudo.

A iguaria mais popular e deliciosa é o stroopwafel, um waffle bem fininho recheado de caramelo. Dá pra comprar em lojas de souvenirs, supermercados e até mesmo no aeroporto, mas os melhores são aqueles feitos na hora, bem quentinhos e com o caramelo derretendo.

Os fãs de doces também vão adorar as poffertjes, umas panquequinhas doces com toppings diversos. Normalmente, são servidas com manteiga e açúcar de confeiteiro.

Já para quem curte uma fritura, recomendo experimentar o croquete holandês, ou bitterballen, recheado tradicionalmente de carne.

Algo de que certamente muita gente não vai gostar é o herring, ou arenque. Conheço gente que não tem coragem de experimentar, mas se você gosta de peixe cru certamente vai curtir!

Após a visita ao mercado, fomos a um dos restaurantes do noivo da Rachel, o Café Martinot, a apenas alguns minutos de caminhada do Albert Cuypmarkt. Pedimos um milkshake delicioso, de caramelo salgado servido com mini stroopwafels e pipoca. Valeu todas as calorias!

Que delícia de dia! Obrigada, Rachel, por ter sido tão querida com a gente! AMAMOS te conhecer!

comentários

Confira também

O que fazer em Amsterdam?

+ CONFIRA

Keukenhof: O jardim de tulipas da Holanda

+ CONFIRA

5 brunches para provar em Amsterdam

+ CONFIRA

SIGA @sislifestyletrips